A Banda

República Popular é uma banda brasileira independente, oriunda de Manaus, Amazonas.

Em setembro de 2015 lançou seu primeiro álbum, intitulado Aberto Para Balanço, que carrega consigo toda a influência regionalista típica dos músicos do norte do país, somada à uma veia no Rock and Roll, gênero no qual os integrantes tiveram o primeiro contato com a música.

Este trabalho de estréia foi produzido por Viktor Judah, baterista da banda, e gravado no estúdio TMP, em Manaus. O disco foi mixado e masterizado no Rio de Janeiro por Lisciel Franco, que já trabalhou com nomes como Detonautas Roque Clube, Rodolfo Abrantes (ex-Raimundos), entre outros.

No ano seguinte, a banda lança seu segundo trabalho repleto de influências pop e viajando por inúmeros gêneros musicais, o EP de 7 faixas e 8 mulheres: LIS .

Em LIS(2016), fica ainda mais evidente a dinâmica de trabalho e composição do grupo. Todos escrevem, todos cantam e todos são multi-instrumentistas.

Em 2017, o grupo lança o Single "Curió". Um single com 3 faixas inéditas que estarão no segundo álbum da banda, Húmus. 

Húmus, um álbum duplo, tem lançamento previsto para o início de 2018 e promete mostrar a música amazônida sob uma nova perspectiva. Sob fortes influências da MPB e da música eletrônica, esse novo trabalho pretende colocar o Amazonas em foco no cenário nacional, trazendo misturas que vão de Caetano a Bon Iver, tudo isso alinhado ainda às toadas e os sons típicos do Norte do país.

O clipe da música Curió, produzido e dirigido por Bianca Mól, se apresenta como nova referência nacional no gênero de animação e videoclipes. 

Confira na mídia:

República Popular, promessa do Amazonas

LIS, o EP das Mulheres

República Popular estréia na Billboard